sexta-feira, 8 de abril de 2016

Niacin - (2005) Organik


Voltei com uma bolacha insana de rachar o coco de tanta virtuosidade e malabarismos técnicos. Eu gosto pra carOlho! Geralmente é o tipo de música que escuto bastante na atualidade. Não são coisas novas, mas para mim soam atualíssimas. O Jazz-Fusion já é um estilo tradicional, muito conhecido e muito admirado. Coisa de quem fica fritando o dia inteiro em árduos exercícios musicais performáticos. Partituras herméticas, escalas nervosas e repetições extenuantes sem fim. Tem de estudar bastante! Organik é o quinto álbum de estúdio dos norte-americanos do Niacin; outro power-trio porretaço! Os senhores Billy Sheehan, no groove malandro de seu baixão; John Novello, no seu hammond orgão monstruoso; e Dennis Chambers comendo guloso a batera. Papai do Céu! O coro come! O chicote estrala! Batera, orgão e baixo nos dão uma sonora surra sadomasoquística deliciosa e completa. Seu bumbum ficará vermelhão de tantos tapas estéticos dados por este petardo. Um tesão de disco para os aficionados por música tocada com elegância, bom gosto e muita técnica.

Niacin - (2005) Organik:

01 Barbarian @ The Gate
02 Nemesis
03 Blisterine
04 King Kong
05 Surper Grande
06 Magnetic Mood
07 Hair Of The Dog
08 4's 3
09 Stumbul On The Truth
10 Club Soda
11 No Shame
12 Clean House
13 Repeat Offender

Deguste um Fluxo:



Visite a página do artista: Niacin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...