sábado, 16 de julho de 2016

Menahan Street Band - (2012) The Crossing


Hoje o dia está meio cinzento e nublado por aqui, um dia frio com aquela coisa morosa e preguiçosa que custa a passar. Parei para me concentrar na escritura desta mini-resenha, e ao olhar para céu, vendo as nuvens escuras deslizarem-se sem pressa pelo horizonte, vi a materialização instantânea da capa do disco de hoje. The Crossing, o segundo álbum dos estadunidenses do Menahan Street Band; banda que também dá suporte e apoio à musicalidade de nosso querido Charles Bradley. Sim, tudo aqui flui sem pressa, na morosidade, numa preguiça sóbria, deslizando em singelos grooves e sopros suaves de quem contempla o horizonte totalmente despreocupado com o amanhã. Neste trabalho o tom e os temas perfazem-se mais depressivos e nostálgicos, ou mesmo mais soturnos e sóbrios, contudo, sem perder a essência do balanço e do swing, e com doses muito bem equilibradas de experimentalismo e diálogos com o Jazz. Se em Make The Road By Walking tínhamos um trabalho mais quente e de verão, em The Crossing, como nos sugere a capa do disco, temos uma travessia por ambientes invernais.

Menahan Street Band - (2012) The Crossing:

01 The Crossing
02 Lights Out
03 Keep Coming Back
04 Three Faces
05 Sleight Of Hand
06 Everyday A Dream
07 Seven Is The Wind
08 Bullet For The Bagman
09 Driftwood
10 Ivory And Blue
11 Ivory And Blue Reprise

Deguste um FULL Fluxo:



Visite a página do artista: Menahan Street Band

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...