terça-feira, 18 de outubro de 2016

Cabruêra - (2012) Nordeste Oculto


Falemos de um trabalho que integra numa criatividade fantástica, a eclética plasticidade pictórica que só as terrinhas nordestinas podem nos proporcionar. O quinto álbum dos paraibanos do Cabruêra é de fato uma viagem fantástica onde os simbolismos do casamento entre céu e terra se efetivam na concretude de ondas sonoras. Nordeste Oculto reúne regionalismos tradicionais com psicodelismos modernosos, poesia de cordel com metafísica transcendental, swing e groove deliciosos com ritmos tipicamente nordestinos. Canta a religiosidade popular com aquele sotaque único que só dá um tempero de maior originalidade e ambientação naturalista. Inclusive, o disco todo é de uma organicidade telúrica provavelmente proposital. Todos os elementos, desde os percussivos, cordas, teclados, a cítara de Alberto Marsicano como participação especial, e outros experimentalismos, formam um conglomerado imagético musical que desenham os coloridos borrados de terra de um nordeste mágico. Ouvi-lo é como adentrar numa experiência mística com trilha sonora de rituais dum Catimbó moderno. 

Cabruêra - (2012) Nordeste Oculto:

01 Jurema
02 Nordeste Oculto
03 Marujo Antigo
04 Beira Mar
05 Pena Dourada
06 Padre Cícero
07 Filhos Do Vento
08 Druidas Do Agreste
09 Chakra Terrestre
10 Aboio Indiano

Deguste um Fluxo:



Visite a página do artista: Cabruêra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...