domingo, 10 de abril de 2016

Dopapod - (2011) Drawn Onward


Aos poucos sinto que o Dopapod vai tornando-se uma das minhas bandas prediletas. Identifico-me cada vez mais com cada linha melódica, cada groove executado, cada experimentalismo livre e cheio de criatividade. Esses camaradas fazem um som que não se agarra a qualquer rótulo, é um fluxo continuo de saboreamentos estéticos ditados apenas pela alma. E o certo é que nunca faltará balanço, swing e muito molejo gostoso. São deliciosos psicodelismos viajantes, desbravamentos contemplativos e cósmicos, ora meio Funk, ora meio Rock, e ora meio música eletrônica. Drawn Onward é o segundo álbum da banda e o segundo que posto dela por aqui. Antes falei de seu excelentíssimo debut Radar. Em Drawn Onward há um maior aprofundamento em linhas melódicas e rítmicas que nos conduzem à passeios mais introspectivos, introvertidos e interiorizantes. Este é completamente instrumental, bem como gosto, rsrsrs, e bem provável, um dos melhores trabalhos do grupo. Sem dúvidas, uma ótima bolachinha para ouvir tranquilão numa tarde gostosa de Domingo. Maravilhoso!

Dopapod - (2011) Drawn Onward:

01 Turnin' Knobs
02 Black And White
03 Nuggy Jawson
04 French Bowling
05 Onionhead
06 Flipped
07 Roid Rage
08 Bats In The Cave
09 New James
10 Bahbi

Deguste um FULL Fluxo:



Visite a página do artista: Dopapod

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...