sexta-feira, 25 de março de 2016

Tribeqa - (2008) Tribeqa


Quando falarmos em 'louvação ao ecletismo musical de bom gosto', é bem provável que neste atual post, teremos o exemplo perfeito a ser requerido e seguido como imagem para a nossa expressão subtitular do Blog. Bem, o que isso quer dizer especificamente? Acima de tudo, acredito eu, isso significa liberdade, mente aberta e sem preconceitos musicais. A banda francesa Tribeqa é mais uma dessas preciosidades artísticas que extrapolam as barreiras conceituais e de gênero para nos apresentar um trabalho que combina bem com a palavra 'abraço'. Sim, ela abraça tudo, abraça e absorve para depois fluir livre com as características essenciais do que foi abraçado. Este é o seu primeiro álbum auto-intitulado. Uma bolacha bem do jeitinho que eu gosto; uma mistureba de ritmos e estilos que refletem a riqueza cultural multifacetada e enciclopédica dos músicos que a executam. World-Music, Hip-Hop, Jazz, Soul, música africana, e leves elementos de Bossa Nova. Flautinhas deliciosas, groove e balanço gostosos, vibraphone hipnótico, experimentalismos chapados e muito estilo. Requinte e bom gosto absolutos!

Tribeqa - (2008) Tribeqa:

01 A.D
02 Bridge The Gap
03 Tribeqhouse
04 Up & Down
05 Amali Part. 1
06 Amali Part. 2
07 Tchefari
08 Qaravan
09 If We Could
10 Qartel
11 O Bebado
12 Chinatown
13 Better Days

Deguste um FULL Fluxo:



Visite a página do artista: Tribeqa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...